Sobre

A “ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DE DIADEMA”, também designada pela sigla, AFPD, fundada em 29 de agosto de 1.968, é uma sociedade civil, de direito privado com autonomia administrativa e financeira, sem fins econômicos, políticos ou religiosos, sem distinção de sexo, crença, raça ou categoria social, de duração indeterminada e declarada de utilidade publica pelo decreto 45/69 de 10/05/1969, cuja manutenção se dará através da contribuição dos associados. A Associação é regida pela Constituição da República Federativa do Brasil, pelo Código Civil Brasileiro, pelo estatuto social, regimento interno e atos administrativos da Diretoria.

A Sede, Administração e Foro da Associação:

Será na Cidade e Comarca de Diadema, Estado de São Paulo, Rua São Marcos, n.º 183 –  Jardim Pitangueiras, CEP 09913-050, inscrita no CNPJ com o nº. 50.942.069/0001-02 e isento de inscrição estadual.

 

A Associação se constitui:

  1. De funcionários e servidores civis ativos e inativos da administração pública em geral (Federal, Estadual, Autárquico e Municipal) inscritos no quadro social;
  2. De pessoas físicas que não compõem o Funcionalismo Público, inscritas no quadro social, obedecidos os dispositivos do Estatuto Social e Regimento Interno.

 

A Associação têm por finalidade:

  1.     Representação de classe e trato de interesses de seus associados;
  2.     Promoção e incentivo, assim como organização de qualquer iniciativa que vise ao interesse da classe por ela representada;

III.    Promoção e incentivos de festas, excursões, convescotes, competições desportivas e recreativas, jogos lícitos e outras atividades de interesse dos sócios;

  1.     Promoção e incentivos, no seio da classe, da cultura intelectual, física e Artística;
  2.     Organização e manutenção de serviços médico-hospitalar, odontológico, jurídico e técnico;
  3.     Organização e manutenção de curso desportivo, cultural, recreativo e de lazer.

VII.    Oferecer locais para eventos particulares, praticas desportivas, recreação e lazer aos seus associados e dependentes;

VIII.    Representar perante os órgãos jurisdicionais e não jurisdicionais visando à defesa de direitos e interesses coletivos e individuais de seus associados;

  1.     Prestar outros tipos de assistência não previstas neste artigo, aos seus associados e dependentes, com prévia avaliação da Diretoria e do Conselho Deliberativo.

 

A Associação não tem caráter político, partidário e religioso.  Não se permite qualquer tipo de discriminação.

Adicionar comentário

Clique para comentar